Crônicas

A crônica que não podia ser outra

Campista Cabral
Escrito por Campista Cabral

Ah! Esta indigna nação que não me deixa escrever sobre outras coisas…

Há tempos que não falo do mar, da brisa do mar e das espumas… e sinto até saudade de escrever sobre bobagens…

Há tempos que não falo da moça, do sorriso da moça, do amor e das brincadeiras… Da inocência das crianças.

No entanto, continuo a admirar as pessoas e os seus gestos genuinamente cotidianos…

Mas neste tempo, não consigo escrever sobre outra coisa que não os Cunhas, Lulas, Temeres e afins!

E são muitos e são tantos e são tantas as histórias que não cabem em uma crônica apenas!

Queria, ao invés de falar da corrupção, falar da moça e do seu coração!

Queria, ao invés de falar de eleição, falar da praça e do calorão!

Queria, ao invés de falar de negociação, falar do beijo e do abraço sem exceção!

Mas há a bandalha, a politicagem e a politicalha!

Mas há a porcalhada, a sacanagem e a navalha!

Mas há o que há sempre e o que deixa a gente puto e sem palavra…

Quem sabe daqui a algum tempo o cronista em questão pare de vez de falar sobre estas coisas e volte ao lirismo e à contemplação…

Mas nestes tempos não!

Porque o sangue ferve, a vontade é grande, a escrita pede e a mão segue…

A palavra que aperta feito parafuso é indignação!

Comentários

Print this entry

Sobre o Autor

Campista Cabral

Campista Cabral

Escritor, poeta e cineasta amador. Publicou quatro livros. O REI, O POETA, A MULHER E O MAR (contos), TERRA BRASILIS (crônicas), PARA ENTENDER UMA NOVA EDUCAÇÃO (livro voltado para os problemas da educação no século XXI) e FORMAÇÃO DOCENTE E PRÁTICAS INOVADORAS (livro sobre novas práticas docentes no ensino superior). Realiza anualmente o FESTIVAL DE CINEMA DE TERESÓPOLIS e, dentre alguns trabalhos na área, destaque para o filme NOITES COM SOL (2011) e os documentários PALAVRAS (2008), CAMINHOS EUCLIDIANOS (2012) e O QUE É FELICIDADE? (2013). Escreve regularmente para o Escritartes (www.escritartes.com) e Recanto das Letras (www.recantodasletras.com)

Obrigado por visitar o nosso site.

Facebook
%d blogueiros gostam disto: