Crônicas

A solução é alugar o Brasil

Campista Cabral
Escrito por Campista Cabral

Se há alguma coisa que no Brasil se faz com eficiência é aumentar impostos!

Saúde vai mal? Aumenta o imposto!

Educação ruim? Aumenta o imposto!

Problemas no trânsito? Aumentam as multas!

Má administração, corrupção, incompetência? Aumenta o imposto!

Esta deve ser a terceira crônica feita sobre este assunto! E é chato! E é repetitivo! Mas o que fazer se há tantos homens e mulheres que querem só repetir a fórmula mágica? Aumentar imposto disso e daquilo?

A maioria dos leitores já deve ter lido no jornal, em um artigo de uma revista ou mesmo em mensagens de celular: o Brasil possui uma das maiores cargas tributárias do mundo!

Eu gostaria de corrigir essa informação! O Brasil possui uma das cargas tributárias mais insanas do mundo! Paga-se, aqui, por centímetro ou por miligrama, fortunas, milhões e milhões que não são vistos pela população revertidos no dia-a-dia!

Paga-se por tudo e recebe-se, quando isso acontece, quase nada!

Há quanto tempo escutamos reclamação da saúde caótica, da educação precária e da segurança ruim? Há muito tempo!

Décadas e mais décadas foram embora e os problemas só aumentam, assim como os impostos!

Cidades crescem sem estrutura. A favelização de vários municípios só demonstra que a desigualdade persiste, que a falta de oportunidade persiste, que a pobreza persiste, que a corrupção persiste!

O ano de 2016, com toda a certeza, será um ano em que o impostômetro corre sério risco de explodir! Estados quebrados, situação política delicada e ano eleitoral, uma combinação assustadora!

Admiro muito as canções populares e os compositores brasileiros. Muitas das canções já denunciavam os desmandos na Terra Brasilis. Gosto muito de um verso do grande Raul Seixas: a solução é alugar o Brasil!

Por que não?

Comentários

Print this entry

Sobre o Autor

Campista Cabral

Campista Cabral

Escritor, poeta e cineasta amador. Publicou quatro livros. O REI, O POETA, A MULHER E O MAR (contos), TERRA BRASILIS (crônicas), PARA ENTENDER UMA NOVA EDUCAÇÃO (livro voltado para os problemas da educação no século XXI) e FORMAÇÃO DOCENTE E PRÁTICAS INOVADORAS (livro sobre novas práticas docentes no ensino superior). Realiza anualmente o FESTIVAL DE CINEMA DE TERESÓPOLIS e, dentre alguns trabalhos na área, destaque para o filme NOITES COM SOL (2011) e os documentários PALAVRAS (2008), CAMINHOS EUCLIDIANOS (2012) e O QUE É FELICIDADE? (2013). Escreve regularmente para o Escritartes (www.escritartes.com) e Recanto das Letras (www.recantodasletras.com)

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: