Crônicas

CRACOLÂNDIA BRASILIS

Campista Cabral
Escrito por Campista Cabral

Décadas e décadas se passam e o que eu vejo são homens aos farrapos nos sinais. Cada vez mais! Cada vez mais!

E não pedem, e não olham, mas fedem, sangram e mostram que a sacanagem no país é demais!

Trágica condição: desempregados, viciados e marginais!

Entra governo e sai governo e nada muda, ou senão, piora ainda mais!

Cracolândias expõem a fragilidade e a incompetência das grandes capitais!

E revelam e esfacelam a estúpida retórica dos politicanalhas, todos iguais!

Cracolândias expõem o que vale um homem e uma mulher: problemas sociais!

Não têm mais nome! Não têm mais sonhos! Apenas a espessa fumaça que os satisfaz!

E assim como nas ruas e praças, no congresso e na fétida capital federal, há uma fumaça que se embrenha e se espalha até tomar todos os cantos e impedir a visão das coisas que lá ocorrem… Como se nunca tivessem ocorrido…

E a fumaça e o crack da barbárie política que assola o país parece não ser vista por milhões: homem com mala, mala na mão, desculpas, usuras, dentro da mala meio milhão!

E a fumaça do crack, a sordidez de um sistema quebrado, insosso, velho e decrépito e que destrói o país, esconde, nega, retira a verdade das verdades, espalha-se implacavelmente como uma grande tarja preta a encobrir a vergonha das vergonhas…

O TSE, ao absolver a chapa Dilma/Temer, joga fumaça sobre os olhos dos brasileiros! Não se quer ver o que todos sabem e já viram e reviram: a corrupção e seus inúmeros tentáculos!

Vergonhosamente, o país terá duas grandes reformas pouco discutidas, mas intensamente propaladas como a “salvação” desta terra de ninguém.

Ninguém fala que a corrupção nos deixou da forma como estamos!

Escândalos e escândalos se passam e o que eu vejo são brasileiros aos farrapos nos seus quintais!

Cada vez mais! Cada vez mais!

Comentários

Print this entry

Sobre o Autor

Campista Cabral

Campista Cabral

Escritor, poeta e cineasta amador. Publicou quatro livros. O REI, O POETA, A MULHER E O MAR (contos), TERRA BRASILIS (crônicas), PARA ENTENDER UMA NOVA EDUCAÇÃO (livro voltado para os problemas da educação no século XXI) e FORMAÇÃO DOCENTE E PRÁTICAS INOVADORAS (livro sobre novas práticas docentes no ensino superior). Realiza anualmente o FESTIVAL DE CINEMA DE TERESÓPOLIS e, dentre alguns trabalhos na área, destaque para o filme NOITES COM SOL (2011) e os documentários PALAVRAS (2008), CAMINHOS EUCLIDIANOS (2012) e O QUE É FELICIDADE? (2013). Escreve regularmente para o Escritartes (www.escritartes.com) e Recanto das Letras (www.recantodasletras.com)

Obrigado por visitar o nosso site.

Facebook
%d blogueiros gostam disto: