Crônicas Cronistas

Depois do ano novo, como sempre…

Campista Cabral
Escrito por Campista Cabral

Agora que o ano começa a criar a sua cara e as suas próprias pernas, posso voltar ao ofício e escrever sobre as coisas que tornam a nossa terra, a nossa pátria, o lugar mais absurdo e patético do mundo: os politicanalhas e a politicagem!

Para começar, fiquemos com alguns casos: os prefeitos eleitos, o Maracanã, a situação na Região dos Lagos e o imposto de renda.

Os novos prefeitos assumiram várias cidades quebradas, problemas graves na saúde e lixo, muito lixo nas ruas! Prefeituras sem condição e sem luz (física e metafórica).

Mas como essa situação chegou ao ponto em que está?

Desde que me entendo por gente, sempre ouvi pessoas mais velhas comentarem sobre roubalheira e a corrupção no país. Sempre ouvi alguns mais sábios e atentos dizerem que um dia a fonte secaria. Outros incautos duvidavam e diziam que o Brasil era muito rico e, por isso, roubavam tanto…

A fonte, como sabemos, secou. Nem água e tampouco petróleo…

E chegamos numa situação mais que caótica. Várias cidades no estado do Rio vivem hoje em meio ao lixo (não o lixo metafórico, mas lixo mesmo, muito lixo). Várias empresas prestadoras do serviço de limpeza urbana simplesmente não recebem dinheiro. Resultado? Lixo nas ruas…

O Maracanã, por sua vez, é mais um exemplo da irresponsabilidade e do despreparo dos politicanalhas! Reforma após reforma, bilhões após bilhões, o grande estádio está entregue às moscas. Cadeiras quebradas, gramado em péssimo estado, enfim, estrutura em condições precárias. Mas o estádio não havia sido reformado para a Copa? E antes da copa não tinha sofrido uma pequena reforma? Descaso!

As cidades da Região dos Lagos também sinalizam o fim da festa com o orçamento dependente do ouro negro. Os espaços paradisíacos convivem hoje com… LIXO! Praias superlotadas, trânsito mais que ruim, falta de estrutura em quase tudo…

Mas e o dinheiro?

O cronista, na impossibilidade de dizer outra coisa, prefere continuar esta crônica!

Para encerrar, em reportagem recente, um especialista na área de tributação afirmou que pagamos um imposto absurdamente alto, que há bastante tempo a tabela do imposto de renda merece uma correção e que, como se fosse possível não me espantar mais com isso, disse também que, em alguns casos, pagamos seis vezes mais do que deveríamos!!!

E o IPVA e o IPTU estão chegando!

Imagino eu que, neste ano, a reboque da crise que massacrou o ano anterior, a fome será grande…

Nestes tempos, penso que Tiradentes pegaria uma corda (superfaturada e de pouca qualidade) e ele mesmo tentaria se enforcar.

Tentaria…

Comentários

Print this entry

Sobre o Autor

Campista Cabral

Campista Cabral

Escritor, poeta e cineasta amador. Publicou quatro livros. O REI, O POETA, A MULHER E O MAR (contos), TERRA BRASILIS (crônicas), PARA ENTENDER UMA NOVA EDUCAÇÃO (livro voltado para os problemas da educação no século XXI) e FORMAÇÃO DOCENTE E PRÁTICAS INOVADORAS (livro sobre novas práticas docentes no ensino superior). Realiza anualmente o FESTIVAL DE CINEMA DE TERESÓPOLIS e, dentre alguns trabalhos na área, destaque para o filme NOITES COM SOL (2011) e os documentários PALAVRAS (2008), CAMINHOS EUCLIDIANOS (2012) e O QUE É FELICIDADE? (2013). Escreve regularmente para o Escritartes (www.escritartes.com) e Recanto das Letras (www.recantodasletras.com)

Obrigado por visitar o nosso site.

Facebook
%d blogueiros gostam disto: