Crônicas

MURO

Campista Cabral
Escrito por Campista Cabral

Quando temos medo, um muro é construído.

Tijolo, discurso, ordem e desejo! Tudo prensado e moído!

Quando temos raiva e preconceito, um muro é construído.

Tijolo, paulada, palavra e ressentimento! Compactado e refundido!

Quando não conhecemos o outro, de antemão, o muro já está construído.

Discriminação, xenofobia e perseguição! E na cara do imigrante é sempre o não!

Quando fazemos o errado, o muro esconde.

Desvio, falcatrua e corrupção!

Quando nos sentimos superiores, o muro oprime, o muro humilha…

É a cor e é o gênero e é a nação!

Dos tempos incertos de guerra ao nosso tempo ultraveloz, mas igualmente incerto, muitos muros humilharam e ainda humilham, oprimiram e ainda oprimem, sustentaram e ainda sustentam, esconderam e ainda escondem.

Ideologias, partidos, governos e medos!

No entanto, pior que os muros físicos, os muros abstratos, feitos não de concreto, mas de ódio e propagandas megalomaníacas, impõem, restringem, cortam, sangram e matam…

E mais uma vez, como “grande solução” para os problemas, o insano presidente Trump (como um novo-velho politicanalha) opta pelo muro.

Ao optar pelo muro, Trump desrespeita, pisoteia, amassa, rasga, soca, aperta e esmigalha pessoas!

Exageradas palavras?

O que esperar de um louco que, ao sabor de canetadas, vai reescrevendo a história, anulando tratados, desmanchando sonhos e recriando a era do medo?

Tudo começa com um muro…

Comentários

Print this entry

Sobre o Autor

Campista Cabral

Campista Cabral

Escritor, poeta e cineasta amador. Publicou quatro livros. O REI, O POETA, A MULHER E O MAR (contos), TERRA BRASILIS (crônicas), PARA ENTENDER UMA NOVA EDUCAÇÃO (livro voltado para os problemas da educação no século XXI) e FORMAÇÃO DOCENTE E PRÁTICAS INOVADORAS (livro sobre novas práticas docentes no ensino superior). Realiza anualmente o FESTIVAL DE CINEMA DE TERESÓPOLIS e, dentre alguns trabalhos na área, destaque para o filme NOITES COM SOL (2011) e os documentários PALAVRAS (2008), CAMINHOS EUCLIDIANOS (2012) e O QUE É FELICIDADE? (2013). Escreve regularmente para o Escritartes (www.escritartes.com) e Recanto das Letras (www.recantodasletras.com)

Obrigado por visitar o nosso site.

Facebook
%d blogueiros gostam disto: