Crônicas

O melhor e o pior

Campista Cabral
Escrito por Campista Cabral

Quando a cerimônia de abertura teve início, vimos um show de beleza, de cores, de sorrisos e de cultura! A cultura brasileira! Com música de qualidade, com espetáculo de verdade! O melhor do Brasil!

E fico a pensar sobre tudo isso!

De como amo o meu país e, ao mesmo tempo, odeio!

Como somos capazes de realizar tantas coisas boas, de nos orgulhar de sermos brasileiros! Somos bons sim! Somos bons em muita coisa!

E o espetáculo foi, de fato, bárbaro, estupendo, bonito mesmo!

Entretanto, uma pena que estas maravilhas sejam esporádicas, como um lampejo, um respingo, um aceno…

Uma pena que seja uma festa e uma festa para poucos!

Brasil, capaz de ser soberbo e mostrar o seu melhor!

Brasil, capaz de ser medíocre e mostrar o seu pior!

Uma pena que, depois de tudo, a violência voltará a assolar o Rio de Janeiro e o Brasil!

Uma pena que, depois das lágrimas de orgulho, lágrimas de dor e raiva serão certas…

Uma pena que, depois do hino e da bandeira e das medalhas, virão os traficantes, a bandalheira e a politicagem!

E aí, vejo a porcaria da seleção de futebol e penso que nem isso dá mais motivo de alegria ou orgulho. O futebol masculino, diga-se de passagem (salve Marta e todas as meninas que jogam muito e ganham infinitamente menos que os homens)!

E nem adianta torcer o nariz para esta crônica dizendo que o cronista só fala mal do país! Infelizmente, a politicalha e a politicagem estão aí como reflexo do pior que podemos produzir e reproduzir! Um grande mal!

E assim, vamos fazendo nosso melhor e o nosso pior!

Quem dera se pudéssemos fazer muito mais o melhor… Se assim fosse, não teria pra ninguém, daria só Brasil!

Uma pena!!

Comentários

Print this entry

Sobre o Autor

Campista Cabral

Campista Cabral

Escritor, poeta e cineasta amador. Publicou quatro livros. O REI, O POETA, A MULHER E O MAR (contos), TERRA BRASILIS (crônicas), PARA ENTENDER UMA NOVA EDUCAÇÃO (livro voltado para os problemas da educação no século XXI) e FORMAÇÃO DOCENTE E PRÁTICAS INOVADORAS (livro sobre novas práticas docentes no ensino superior). Realiza anualmente o FESTIVAL DE CINEMA DE TERESÓPOLIS e, dentre alguns trabalhos na área, destaque para o filme NOITES COM SOL (2011) e os documentários PALAVRAS (2008), CAMINHOS EUCLIDIANOS (2012) e O QUE É FELICIDADE? (2013). Escreve regularmente para o Escritartes (www.escritartes.com) e Recanto das Letras (www.recantodasletras.com)

Obrigado por visitar o nosso site.

Facebook
%d blogueiros gostam disto: