Crônicas

O pequeno milagre

Campista Cabral
Escrito por Campista Cabral

Nunca estamos satisfeitos: a altura, o cabelo, o nariz, o peso e outras muitas coisas…

Reclamamos do sol, da chuva, do frio, do calor, da rua cheia, da rua vazia, do movimento e da monotonia!

Somos terminantemente descontentes!

E isso, num ponto, é bom.

É bom porque nos faz persistir, mesmo contra prognósticos desfavoráveis.

Mas quando se trata de estar bem consigo mesmo, torna-se um grande problema!

Queremos, a todo custo, a tal felicidade! Eis o problema: queremos ser felizes! E ainda temos o requinte de crueldade de jogar sobre o outro a responsabilidade da nossa felicidade! A culpa nunca está conosco! Se a felicidade não foi alcançada é claro que alguém fez alguma coisa!

Assim, nas cenas da vida, compramos briga, gritamos, reclamamos mais um pouco (afinal, reclamar é um ofício), apontamos o dedo, falamos poucas e boas e gastamos o suado dinheiro e gastamos a nós mesmos perseguindo a felicidade…

Mas.

Felicidade não é um embrulho, um objeto caro ou raro, não é um prato incomum e difícil, não é fruto de uma escalada ou fuga mirabolante, definitivamente…

Mas é isso o que a grande maioria faz!

E quando, fatalmente, o tempo já escorre entre os dedos, percebemos que a felicidade era uma coisa tão simples e pequena: estar bem, sentir-se bem, fazer o bem!

Que esta crônica sirva para isso: pensar sobre o que importa. A vida, como as horas e os dias e as pessoas, passa e passa rápido. Dê importância ao que realmente merece isso. Um sorriso e um abraço apertado são capazes de pequenos milagres todos os dias…

Comentários

Print this entry

Sobre o Autor

Campista Cabral

Campista Cabral

Escritor, poeta e cineasta amador. Publicou quatro livros. O REI, O POETA, A MULHER E O MAR (contos), TERRA BRASILIS (crônicas), PARA ENTENDER UMA NOVA EDUCAÇÃO (livro voltado para os problemas da educação no século XXI) e FORMAÇÃO DOCENTE E PRÁTICAS INOVADORAS (livro sobre novas práticas docentes no ensino superior). Realiza anualmente o FESTIVAL DE CINEMA DE TERESÓPOLIS e, dentre alguns trabalhos na área, destaque para o filme NOITES COM SOL (2011) e os documentários PALAVRAS (2008), CAMINHOS EUCLIDIANOS (2012) e O QUE É FELICIDADE? (2013). Escreve regularmente para o Escritartes (www.escritartes.com) e Recanto das Letras (www.recantodasletras.com)

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: