Crônicas

OS PEQUENOS MILAGRES COTIDIANOS

Campista Cabral
Escrito por Campista Cabral

Vejo o natal nos olhos de uma criança.

Não vejo o natal nas ruas de Brasília.

Vejo o natal no abraço de uma família.

Não vejo o natal nos canalhocratas.

Vejo o natal no beijo irmão, no colo, na palavra sincera…

Não vejo o natal no trânsito, na política, no imposto.

Vejo o natal na solidariedade das pessoas, no abrigo e no afago…

Não vejo o natal nos corredores dos hospitais públicos!

Vejo o natal no diálogo, no conforto e no ouvir…

Não vejo o natal nas casas sem emprego ou com salário atrasado!

Vejo o natal todos os dias quando pessoas, mesmo diante das circunstâncias contrárias, lutam, fazem o melhor, superam os problemas, se superam e, mais que isso, fazem diferença na vida de outros…

Não vejo o natal todos os dias quando pessoas medíocres e canalhas não medem esforços no “se dar bem” e pisam pessoas, matam pessoas, destroem planos, desfiguram famílias…

Gostaria de ver o natal mais vezes e gostaria de sentir o natal mais vezes…

Gostaria de que todos os canalhocratas se colocassem no lugar dos que precisam e sentissem como é viver no mundo real, com salários reais e não o faz de conta dos encastelados.

Gostaria de ver uma mesa farta para todos, sem exceção…

No entanto, a despeito de todos os males produzidos neste país pelos canalhocratas, há gente que se doa constantemente para que o outro possa sorrir, para que o outro possa minimamente viver…

Eis o natal que começa e recomeça a cada ano.

Eis o que vale de verdade…

E que bom que ainda existam pessoas assim! Isso nos dá a sensação de que podemos ser melhores e que os pequenos milagres cotidianos estão aí, a despeito de tudo…

 

Comentários

Print this entry

Sobre o Autor

Campista Cabral

Campista Cabral

Escritor, poeta e cineasta amador. Publicou quatro livros. O REI, O POETA, A MULHER E O MAR (contos), TERRA BRASILIS (crônicas), PARA ENTENDER UMA NOVA EDUCAÇÃO (livro voltado para os problemas da educação no século XXI) e FORMAÇÃO DOCENTE E PRÁTICAS INOVADORAS (livro sobre novas práticas docentes no ensino superior). Realiza anualmente o FESTIVAL DE CINEMA DE TERESÓPOLIS e, dentre alguns trabalhos na área, destaque para o filme NOITES COM SOL (2011) e os documentários PALAVRAS (2008), CAMINHOS EUCLIDIANOS (2012) e O QUE É FELICIDADE? (2013). Escreve regularmente para o Escritartes (www.escritartes.com) e Recanto das Letras (www.recantodasletras.com)

%d blogueiros gostam disto: