Crônicas

PORQUE A CRÔNICA GRITA

Campista Cabral
Escrito por Campista Cabral

Porque há muita sede no país, a crônica grita.

Porque há muita fome no país, a crônica grita.

Porque há cegueira no país, a crônica grita.

Porque privilégios não cessam, a crônica grita.

E grita, pede socorro, clama, suplica, pede, com as mãos e os pés e o corpo e a alma e as palavras todas e inteiras!

E grita porque é escuro e está escuro e o escuro persiste dentro e fora do país…

E grita porque é noite e há bastante tempo é noite neste país…

Porque explorados são os homens de bem, a crônica grita.

Porque se dão bem os homens maus, a crônica grita.

Porque há sangue nas ruas deste estúpido país, a crônica grita.

E grita porque a divisão é cada vez maior e os salvadores da pátria discursam melhor, a crônica, enlouquecidamente, grita.

E grita, mostra os dentes e espuma raiva e indignação contra tudo e todos que fazem deste país o pior lugar do mundo para se viver.

Porque morrem aqui mais homens do que na guerra.

Porque paga-se aqui mais caro que em qualquer lugar.

Porque o mísero jeitinho é o melhor que há.

Porque sempre falta tudo e falta tudo mesmo e mesmo assim paga-se para não ter!

E enquanto a crônica grita, zumbis digitais, sempre os tais, veem mais uma vez o BBB e depois postam fotos na rede social…

Esta é a Terra Brasilis! Que legal!

Comentários

Print this entry

Sobre o Autor

Campista Cabral

Campista Cabral

Escritor, poeta e cineasta amador. Publicou quatro livros. O REI, O POETA, A MULHER E O MAR (contos), TERRA BRASILIS (crônicas), PARA ENTENDER UMA NOVA EDUCAÇÃO (livro voltado para os problemas da educação no século XXI) e FORMAÇÃO DOCENTE E PRÁTICAS INOVADORAS (livro sobre novas práticas docentes no ensino superior). Realiza anualmente o FESTIVAL DE CINEMA DE TERESÓPOLIS e, dentre alguns trabalhos na área, destaque para o filme NOITES COM SOL (2011) e os documentários PALAVRAS (2008), CAMINHOS EUCLIDIANOS (2012) e O QUE É FELICIDADE? (2013). Escreve regularmente para o Escritartes (www.escritartes.com) e Recanto das Letras (www.recantodasletras.com)

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: