REDE BOLSONARO: A ONDA CRESCE

by Enio Ricanelo | atras 1 semana

Enio Pippo Ricanelo, colunista, para o Crônicas Cariocas.

Reprodução (Redes Sociais).

Num outdoor, com fundo escuro, o espaço dividido entre a foto de Jair Bolsonaro e as escritas, “Eu apoio um político honesto, e você?”. O monstruoso monumento ao mau gosto foi erguido em Poços de Caldas, no estado de Minas Gerais. O anuncio que foi posto na entrada da cidade mineira fora patrocinado, via vaquinha, por alguns internautas da cidade.

O investimento de 700 reais conquistados para pagamento do lugar, poderiam ser destinados para instituições beneficentes, mas serviram para promover uma pessoa retrógrada, homofóbica e racista.

A homenagem de alguns poços-caldenses veio na mesma época em que o presidenciável foi condenado por racismo, em 2º estância.  Insomma, um ícone a tudo que se deve ser esquecido, menosprezado e deixado para trás, ganha do público um “aval” para que continue a pregar as atrocidades que defende. Poços infelizmente, é só mais uma.

Em meio a um descontentamento social contra os políticos atuais, para a grande massa, a “pílula do dia seguinte” é uma atitude drástica, remando contra tudo que está sendo feito. O voto de protesto, se é que podemos chama-lo assim, sairá caro para história, presente e futuro do Brasil.

O maior defensor do retorno da ditadura, mas eleito por um processo democrático, usa como argumento “carro-chefe” que “na época da ditadura não havia corrupção”. Sabe por qual motivo, leitor? Nos anos de repressão  não se investigava os descalabros e as negociatas que se haviam, ora pois, sem imprensa livre, o governo faz o que bem entende.

Pense bem, a volta de um regime autoritário é só a ponta de um iceberg que se aproxima, nem citei os casos de “cura gay”, corte de cotas, privilégios aos agricultores e diminuição de representatividade feminina na sociedade.

Vamos e convenhamos, um político que fala “se tiver um filho gay, bato nele”, sinceramente, não merece, não pode e não será o presidente do Brasil, um país multicultural e tão diverso.  Ter o “Seu Jair” afrente desse país tupiniquim, é ir de encontro a todo e qualquer traço puramente brasileiro.

Agradeço especialmente o amigo Alex Junior, de Poços, pelas informações prestadas.

Comentários

Curtir isso:

Source URL: http://cronicascariocas.com/colunas/cronicas/rede-bolsonaro-a-onda-cresce/