Crônicas

TRAVESTIDA DEMOCRACIA

Campista Cabral
Escrito por Campista Cabral

O problema com os ratos é que eles são resistentes.

Sobrevivem e continuam causando estragos…

De tempos em tempos, saem dos bueiros, dos esgotos, saem das vilas e das grandes cidades…

Infectam a rua, as calçadas, a palavra, a tevê, a internet e os sonhos!

Levam dinheiro pra cá e dinheiro pra lá!

Comem dinheiro vivo!

Na verdade, se alimentam exclusivamente de dinheiro alheio…

Aos poucos e aos bocados, roem a bandeira, os direitos, a liberdade…

Aos poucos e aos bocados, tiram a esperança, tiram o sono e deixam um pesado fardo.

Chegam de mansinho, sem fazer alarde e roem a educação, a saúde, a segurança e a vida…

Determinam leis, fazem reformas, encastelam-se em um mundo particular de luxo, dinheiro e privilégios…

E quando vemos, estão já com a lei, a ordem e a sentença!

E quando vemos, estão com nosso nome, cpf e digital!

Determinam tudo! Escolhem tudo! Decidem tudo! Tiram tudo!

E a aparência de normalidade é espantosa!

Ou a força da apatia é ainda maior? (Existirá isso?)

O que sei é que cada vez mais temos menos direitos, menos voz, menos representatividade!

Um dia, quando roubaram nossa voz e retiraram nossos direitos, passamos pela tenebrosa ditadura.

Hoje, a parda e cambaleante democracia não será uma grande ilusão?

A pior ditadura é justamente aquela que se traveste de democracia!

Tudo parece normal!

Tudo parece seguir!

E muitos vão às compras! E muitos vão às festas! E muitos gritam gol!

A pior ditadura é justamente aquela que nos faz burros, apáticos, alienados e alienantes.

Nós nos acostumamos aos absurdos e continuamos a viver como se tudo parecesse normal.

Enquanto isso, das duas margens do rio, à esquerda e à direita, mais ratos chegam para a festa!

E têm fome!

 

Comentários

Print this entry

Sobre o Autor

Campista Cabral

Campista Cabral

Escritor, poeta e cineasta amador. Publicou quatro livros. O REI, O POETA, A MULHER E O MAR (contos), TERRA BRASILIS (crônicas), PARA ENTENDER UMA NOVA EDUCAÇÃO (livro voltado para os problemas da educação no século XXI) e FORMAÇÃO DOCENTE E PRÁTICAS INOVADORAS (livro sobre novas práticas docentes no ensino superior). Realiza anualmente o FESTIVAL DE CINEMA DE TERESÓPOLIS e, dentre alguns trabalhos na área, destaque para o filme NOITES COM SOL (2011) e os documentários PALAVRAS (2008), CAMINHOS EUCLIDIANOS (2012) e O QUE É FELICIDADE? (2013). Escreve regularmente para o Escritartes (www.escritartes.com) e Recanto das Letras (www.recantodasletras.com)

%d blogueiros gostam disto: