Poesias

Poesias

Roberto Ferrari
Escrito por Roberto Ferrari

Poesia que me inspira,

Razão de tudo,

E também minha loucura,
Tu Poesia, que me salvaste nas horas mais negras,

E por outras vezes me levaste ao desespero,
E tem sido minha companheira, minha amante,

Posso te dizer que sem ti, não vivo,

As agruras deste mundo têm ti como balsamo,
À beira de abismos e armadilhas de amor em que me lançaste,

Foste tu mesma que me socorreste,

Tu!
Iluminaste, minha alma, pronta para amar…

Pobre de mim, nasci-me poeta.

Destinado a conviver com a alegria e a dor
Sentindo na alma a força do amor,

Assim, poeta, sempre te exaltarei.

Pois aos teus olhos, Poesia , o mundo sempre será digno do amor.

Comentários

Print this entry

Sobre o Autor

Roberto Ferrari

Roberto Ferrari

Roberto Ferrari nasceu em São Paulo no ano de 1957, e se formou engenheiro e fez duas pós-graduações. Aos 54 anos de idade resolveu seguir sua real vocação: Escrever. Roberto iniciou sua carreira literária em 2011 e já publicou os livros: Sublime Amor, Ventos da Paixão, Identidade Assassina, Fundamental como o Amor, Refúgio da Alma, Negócios de Sangue, Intenso como a Vida, Mansão Molnár, Juras Apaixonadas, O Ceifador de Almas e Suplício de Amor.
Roberto Pertence a varias Academias de Letras e é Presidente da ACLASP- Academia de Ciências, Letras e Artes de São Paulo.
Roberto já recebeu diversas homenagens e entre elas pode-se destacar a feita pela ABRASCI que o elegeu para ocupar a cadeira de nro 39, cujo patrono é Vinicius de Moraes. No transcorrer de sua curta carreira, Roberto já participou de mais de 100 Antologias Poéticas. Como ele mesmo diz o trabalho em prol da cultura, é árduo, porém dignificante.

%d blogueiros gostam disto: